segunda-feira, 21 de julho de 2014

Conselho de Segurança da ONU pede o fim das hostilidades em Gaza


O Conselho de Segurança (CS) da ONU pediu neste domingo (20) "a imediata cessação de hostilidades" na Faixa de Gaza e expressou sua "séria preocupação" com a escalada da violência na região.
Assim disse o presidente rotativo do CS, o ruandês Eugene Gasana, em uma declaração que leu aos jornalistas após uma reunião de duas horas para analisar a situação nessa região do Oriente Médio. Ele disse que a declaração tinha sido escrita pelos representantes do Conselho depois das consultas realizadas em reunião a portas fechadas na sede da ONU.
Os intensos confrontos já deixaram mais de 500 palestinos e 20 israelenses - 18 deles soldados - mortos desde 8 de julho.
Na manhã desta segunda, ao menos nove palestinos de uma mesma família, entre eles quatro crianças, perderam a vida em um ataque aéreo israelense contra sua casa em Rafah (sul da Faixa).
Além disso, esse órgão da ONU faz um apelo para "o respeito das leis humanitárias internacionais, incluindo a proteção dos civis", insistindo na necessidade de conseguir tréguas entre as duas partes por razões humanitárias.
Também expressam sua "séria preocupação" com o crescente número de vítimas e diz que o pedido para um cessar-fogo deve se basear nos convênios assinados em novembro de 2012 que permitiram a cessação de hostilidades em Gaza.
O CS, segundo a declaração que leu Gasana, agradece os esforços do Egito para que o movimento palestino Hamas e Israel alcancem um cessar-fogo, trabalho na qual está sendo apoiado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.
Ban está de viagem pelo Oriente Médio a fim de impulsionar com líderes regionais um cessar-fogo, depois que neste domingo se viveu em Gaza o dia mais violento dos últimos dias, com mais 
Ban, que esteve no Catar este domingo, voltou a condenar a violência da ofensiva israelense contra Gaza, e fez apelos para um cessar-fogo.
Na capital do Catar, Doha, Ban se reuniu com líderes palestinos e com autoridades catarianas. Depois desta etapa foi para o Kuwait para depois continuar com sua viagem ao Cairo, Jerusalém, Ramala e Amã fonte: G1.COM

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Homem descobre traição, mata mulher grávida e se entrega à polícia


 

Uma triste história marcou o bairro de Pau da Lima, na manhã desta quarta-feira (16), em Salvador. Uma família - o pai, a esposa e o bebê que o casal esperava foram personagens da tragédia.

Por volta das 10h, Emanuel Alves Sampaio, 34 anos, conversava com a esposa Ruti Conceição Pinto, grávida de três meses. Segundo Emanuel, que se entregou à polícia no início da tarde de hoje, Ruti revelou que o traía e que o bebê que esperava era do ex-namorado dela. Sem conter a raiva, o enfermeiro - que há 11 anos trabalha na área e, atualmente, atua nas Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) - foi até a cozinha, pegou uma faca e desferiu diversos golpes contra a mulher, com quem morava há quatro meses.


Ruti chegou ser levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no início da tarde. Após mãe e filho morrerem, Emanuel se entregou à polícia e prestou depoimento na 11ª delegacia, no bairro de Tancredo Neves.

Chorando muito, ele confessou o crime e foi preso em seguida. Fonte: Bocao News

Esporte na TV cresceu 53% em sete anos; MMA avançou 100%

Quem duvida que esporte é item cada vez mais relevante para a TV? Pesquisa inédita do Ibope Repucom na TV brasileira, obtida com exclusividade pelo Estado, aponta que o tempo dedicado ao assunto cresceu 53% de 2007 a 2013, atingindo o total de 286,8 mil horas na soma do período. O valor inclui o tempo da transmissão de jogos, eventos, documentários e programas jornalísticos de todas as modalidades esportivas - sem Copa. Eis os dados mais relevantes do estudo.
No último ano, as seis principais modalidades (futebol, automobilismo, vôlei, tênis, artes marciais/lutas e basquete) representaram 86% das horas dedicadas ao esporte na TV.
O futebol é a modalidade com maior tempo de exposição. Em 2013, somou 34.119 horas, ou 63% de toda transmissão esportiva do ano. E cresceu 73% em relação a 2007, passando de 19.739 horas para 34.119 horas.
Em 2.º lugar, está o automobilismo, com 3.112 horas, seguido pelo vôlei, com 2.736 horas na TV em 2013.
O grande destaque está em outro quesito: Artes Marciais e Lutas, que ocupam a 5.º posição no ranking e cresceram mais de 100%. Saltaram de 981 horas em 2007 para 2.209 horas em 2013. Segundo dados do Sponsorlink do Ibope Repucom, 62% da população declara interesse pela modalidade; 19% tem "muito interesse" (são os super fãs de MMA). Nesse universo, 80% buscam informações esportivas na TV.
O MMA continua em alta entre a plateia feminina, que hoje já representa 47% dos super fãs. Jovens e público do Norte e Nordeste se destacam no interesse pelo gênero.
Junto & Misturado. Bruno Mazzeo participa do capítulo de hoje de Geração Brasil, a novela das 7 da Globo, como ele mesmo. Será o primeiro cliente do famoso guru Brian Benson (Lázaro Ramos), que, durante a consulta, fará várias menções ao trabalho do ator e roteirista. 
Cozinha Prática de Rita Lobo volta à grade do canal GNT no dia 4, em nova temporada. 
A Globo vai remodelar as propostas do Globo Cidadania, com ecologia, educação, trabalho e inovação, num novo programa: Como Será?, com Sandra Annenberg, estreia dia 9 de agosto, tomando duas horas das manhãs de sábado - das 6h às 9h - com parceria do Canal Futura.
O canal FX comemora o salto da 9ª para a 7ª posição, com crescimento de 27%, no primeiro semestre deste ano, no ranking de TV paga, em relação ao mesmo período de 2013. O estudo vale para o primetime (das 18h à 1h), entre homens e mulheres de 18 a 49 anos. 
Cenas do casamento de Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller) vão ao ar a partir de hoje, na novela Em Família. As noivas honram a tradição do vestido branco na cerimônia. 
Vida Alves ganha nova sessão de lançamento de seu livro, Televisão Brasileira: O Primeiro Beijo e Outras Curiosidades, segunda-feira, na Livraria da Vila do Shopping Higienópolis, pelo selo da Pró-TV.

O que deu certo e o que deu errado na Copa do Mundo 2014 no Brasil

O Brasil voltou a receber uma Copa do Mundo após 64 anos e, apesar do pessimismo inicial – simbolizado pela frase "Imagina na Copa", que virou bordão e piada nas redes sociais –, o Mundial acabou no domingo (13) sob elogios de estrangeiros e dos brasileiros. Nem todos os preparativos foram finalizados, muitas obras ficaram inacabadas, houve brigas, alagamentos em cidades-sede, invasão de estádio, mas, diante da expectativa inicial e com uma disputa de alto nível entre as seleções e muita festa dentro e fora dos estádios, o evento termina melhor do que se imaginou.
Veja a seguir o que deu certo e o que deu errado neste Mundial:
O QUE DEU CERTO
Hospitalidade
A recepção foi tão boa que os gringos querem voltar. Os estrangeiros elogiaram a atenção, a simpatia e, principalmente, a alegria dos brasileiros em ajudar e ser prestativos. Leia mais
Acomodação
Não faltaram leitos nos hotéis; as caravanas de torcedores conseguiram acomodar seus carros e trailers; e até as areias de Copacabana, na Zona Sul do Rio, viraram abrigo para sacos de dormir, sempre com bom humor. Leia mais
Alemães acompanharão a partida no Acampamento Farroupilha (Foto: Guilherme Pontes/G1)Alemães assistiram ao jogo contra o Brasil no Acampamento Farroupilha, no RS (Foto: Guilherme Pontes/G1)
Comida
Farofa, pão de queijo, churrasco e outras comidas típicas fizeram sucesso dentro e fora dos estádios. Estrangeiros invadiram nossos restaurantes e bares, e entenderam por que os brasileiros comem tanto.Leia mais
O norte-americano Craig Farlei aprovou o tacacá amazonense no 11º Fifa Fan Fest (Foto: Natacha Portal/ G1)O americano Craig Farlei aprovou o tacacá amazonense na 11ª Fifa Fan Fest (Foto: Natacha Portal/G1)
Transporte
Apesar do trânsito para ir aos jogos em algumas cidades-sede, esquemas especiais montados pelas prefeituras conseguiram amenizar os congestionamentos, como em São Paulo, que decretou feriado na abertura da Copa, no dia 12 de junho. Leia mais
Avenida Bernardo Vieira tem trecho fechado para o trânsito no entorno da Arena (Foto: Fernanda Zauli/G1)Trecho fechado para o trânsito no entorno da Arena Corinthians, Zona Leste de SP (Foto: Fernanda Zauli/G1)
Protestos
As manifestações que antecederam o Mundial eram embaladas pelo grito de "Não vai ter Copa", mas diminuíram com o início da competição. Em junho, o número de atos em São Paulo foi 61% menor que em maio. Leia mais
Protesto contra a Copa na Avenida Paulista/GNews (Foto: Reprodução GloboNews)Protesto contra a Copa na Avenida Paulista no dia 24 de junho (Foto: Reprodução/GloboNews)
Greves
Paralisações às vésperas da Copa, como a dos metroviários em São Paulo e a da Polícia Militar na Bahia, não se repetiram durante o Mundial.Leia mais
Estudantes da Unesp protestam no Centro de São Paulo (Foto: Amanda Previdelli/G1)Estudantes da Unesp protestaram no Centro de SP no dia 1º de julho de forma pacífica (Foto: Amanda Previdelli/G1)
Gols
Um dos pontos positivos da Copa saiu dos pés dos jogadores do torneio, que vai ficar marcado por uma média impressionante de gols nas partidas. A torcida nos estádios, nas ruas e casas se animou a cada bola na rede. Leia mais
Aeroportos
Teve turista que desceu no país errado. Teve torcedor que assistiu a jogo do aeroporto.Os atrasos de voos ocorreram, mas dentro da normalidade, e não prejudicaram a festa. Leia mais
Trabalhando durante o jogo no aeroporto do Recife (PE), a garçonete Carol Gomes mantinha um olho na seleção e outro nos clientes (Foto: Katherine Coutinho/G1)Trabalhando durante o jogo no Aeroporto do Recife, funcionárias mantinham um olho na seleção e outro nos clientes (Foto: Katherine Coutinho/G1)
Fifa Fan Fest
A boa organização, os telões e as atrações da Fifa Fan Fest fizeram a alegria dos torcedores, que lotaram as festas para assistir aos jogos durante o Mundial. Todo mundo se divertiu. Leia mais
Multidão comparece à Fan Fest para o jogo do Brasil (Foto: Rafaella Fraga/G1)Multidão comparece à Fifa Fan Fest em Porto Alegre para o jogo do Brasil (Foto: Rafaella Fraga/G1)
Crianças
Os pequenos torcedores provaram que sabem se vestir, torcer e chorar pelo amor ao esporte. Leia mais
Turismo
A Copa do Mundo também trouxe lucros. Apenas em São Paulo, a estimativa é que o Mundial tenha movimentado R$ 1 bilhão. O Ministério do Turismo ainda deve divulgar um balanço nacional. Leia mais
Estimulados pela Copa do Mundo no Brasil, 1.253 japoneses visitaram as Cataratas do Iguaçu entre os dias 1º e 17 de junho (Foto: Cataratas do Iguaçu S.A. / Divulgação)Estimulados pela Copa do Mundo no Brasil, 1.253 japoneses visitaram as Cataratas do Iguaçu, no Paraná, entre os dias 1º e 17 de junho (Foto: Cataratas do Iguaçu S.A./Divulgação)
Segurança
Houve protestos na abertura da Copa e um atirador de elite chegou a pedir permissão para abater um suspeito – que era um membro do esquadrão do Gate – na Arena Corinthians. Mas não houve grandes incidentes. A Polícia Federal impediu 267 estrangeiros de entrar no país.Leia mais
Imagem feita por atirador foi enviada a  superiores; foto consta em relatório sobre o caso (Foto: Divulgação)Imagem feita por atirador foi enviada a superiores; foto consta em relatório sobre o caso (Foto: Divulgação)
O QUE DEU ERRADO
Trânsito
Torcedores enfrentaram filas em São Paulo, Salvador e Manaus nos primeiros jogos da Copa. Os congestionamentos fizeram com que muitos tivessem que assistir às partidas ou apenas ouvi-las dentro do carro. Leia mais
Trânsito antes e depois do jogo Brasil x México: Av. Pauista, Av. Sumaré, 23 de Maio e Marginal Tietê. (Foto: Estadão Conteúdo)Trânsito antes e depois do jogo Brasil x México: Av. Paulista (duas primeiras imagens, no alto), Av. Sumaré, 23 de Maio e Marginal Tietê, em São Paulo (Foto: Estadão Conteúdo)
Vila Madalena
O bairro boêmio virou "point" durante a Copa na capital paulista. A festa começou bem, mas a grande quantidade de pessoas travou ruas, que viraram uma "micareta fora de época", com direito a brigas, feridos, xixi pelas calçadas e tráfico de drogas. Leia mais
Alagamentos
NatalRecife e Porto Alegre enfrentaram alagamentos e deslizamentos após chuvas intensas. A pior situação ocorreu na capital do Rio Grande do Norte. Leia mais
Chuva abre cratera em rua de Natal (Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi)Chuva abre cratera em rua de Natal (Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi)
Filas
No primeiro jogo da Copa em Brasília, parte do público não entrou a tempo da partida no Estádio Nacional Mané Garrincha. Também houve reclamações sobre filas para comprar lanches e cerveja em vários estádios. Leia mais
Torcedores em fila antes de entrar no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, para jogo entre França e Nigéria, pelas oitavas de final da Copa do Mundo (Foto: Natalia Godoy/G1)Torcedores em fila antes de entrar no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, para jogo entre França e Nigéria, pelas oitavas de final da Copa do Mundo (Foto: Natalia Godoy/G1)
Cambistas
Centenas de cambistas foram detidos nos arredores dos estádios, e uma máfia de venda ilegal de ingressos, que teria atuado em quatro Copas, foi desbaratada em operação da Polícia Civil do Rio. Leia mais
Brigas
Tumultos e brigas entre torcedores foram registrados pelo país, principalmente após a derrota do Brasil para a Alemanha por 7 x 1 na semifinal. Pelo menos 197 torcedores foram detidos. Leia mais
Protestos
Mesmo em pouco número, as manifestações e a truculência da polícia viraram notícia durante a Copa. Duas jornalistas da emissora americana CNN se feriram após serem atingidas por estilhaços de bomba de efeito moral no dia da abertura, 12 de junho. Leia mais
CNN destaca jornalistas feridas durante protesto em São Paulo (Foto: Reprodução)CNN destaca duas jornalistas feridas durante protesto em São Paulo (Foto: Reprodução)
Mortes
Um jornalista argentino morreu em um táxi atingido por uma viatura durante perseguição policial em São Paulo, e uma jornalista também argentina foi vítima fatal de um acidente em Minas Gerais. Em Belo Horizonte, duas pessoas morreram após a queda de um viaduto que fazia parte das obras de mobilidade para a Coopa. Leia mais
Invasão
Chilenos sem ingresso invadiram uma área restrita do Maracanã, no Rio, derrubaram divisórias, televisões e armários. O governo federal e o Comitê Organizador local admitiram a falha. Leia mais
Seleção
O Brasil começou bem, mas acabou tomando a maior goleada de todos os tempos da Alemanha: 7 x 1. A derrota virou piada na internet, mas também houve tumultos, brigas e ônibus incendiados pelo país depois da partida. Leia mais
  •  
Incêndio em garagem de ônibus na zona sul de São Paulo destruiu, no início da noite desta terça-feira, pelo menos 20 veículos  (Foto: Daniel Teixeira/ Estadão Conteúdo)Incêndio em garagem de ônibus na Zona Sul de São Paulo destruiu pelo menos 20 veículos (Foto: Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo)

terça-feira, 15 de julho de 2014

Alunos e funcionários do Colégio Modelo fazem manifestação por salários atrasados em Jacobina

15/07/14 - Manhã de terça, 15, e aqui Alunos bloqueiam a Av Nossa Senhora da Conceição, em apoio aos funcionários do Colégio Modelo que já não recebem salários há 3 meses. Um porteiro já não recebe há 6 meses.

Os funcionários recebem do Governo do Estado através das empresas Express Clean e Flex. Os funcionários reclamam que não tem recebido os salários, ficando com suas contras atrasadas.

Os alunos estão solidários, principalmente após ficar 30 dias de recesso junino e ao retornar ao colégio, encontraram tudo sujo, devido a greve.

Os alunos seguem em protesto pelas ruas até a Direc 16, e pedem providências ao governador Jaques Wagner e a Secretaria de Educação Estado. 
Fonte: Augusto Urgente!
Manifestantes chegam na Rua Senado Pedro Lago

Chuva de granizo surpreende banhistas na Rússia e duas crianças morrem.

Uma forte chuva de granizo pegou de surpresa os banhistas que estavam numa praia do Rio Ob, em Novosibirsk, na Sibéria (Rússia), neste sábado (12). Como lá é verão, fazia calor e havia muitas pessoas na praia. Um vídeo (assista) mostra como subitamente o tempo fecha e a água fica agitada pelas centenas de pedras de gelo caídas do céu.

Segundo o "Siberian Times", um site de notícias locais em inglês, em certo ponto do vídeo é possível ouvir uma mulher dizendo a seu companheiro: "Se morrermos, eu te amo". 

Segundo a agência AP, autoridades locais informaram que duas meninas, de 3 e 4 anos, morreram na cidade de Bredsk, próxima a Novosibirsk, quando uma barraca em que estavam foi atingida por uma árvore quando tentavam se abrigar da tempestade. Do G1, em São Paulo.
Banhistas se abrigam de chuva de granizo (Foto: AP Photo/Nikita Dudnik)

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Secretaria de Saúde de Ilhéus gasta uma fortuna com quentinhas

Quantidade de quentinhas consumidas por funcionários da secretaria impressiona. Foto Ilustrativa.
Quantidade de quentinhas consumidas por funcionários da secretaria impressiona. Foto Ilustrativa.
A secretaria de Saúde de Ilhéus mantém um contrato para fornecimento de quentinhas, que assusta pelo tamanho, valor e principalmente pela grande saída do referido produto.

exclusivoSegundo extrato do Diário Oficial, o contrato n.º 06/2014 com a empresa “Maria Rosa dos Santos ME”, tem como objetivo fornecer mais de 60 mil quentinhas, no período de 12 meses (2014 a 2015). O valor chega a R$ 780.000,00 (setecentos e oitenta mil reais), ao preço de R$ 13 a unidade.
Segundo dados da secretaria, no mês de março, só o SAMU pegou 805 (oitocentos e cinco) quentinhas. No mês de maio, um dos pagamentos refere-se à aquisição de 70 (setenta) quentinhas para o evento Fobong, realizado pelo setor de DST/AIDS. Também há relatos de uma grande quantidade de quentinhas sendo fornecidas ao programa de alta e média complexidade.

O que chama a atenção, é que o valor pode ultrapassar mais de um R$ 1 milhão, em contrato só de quentinhas, se colocarmos que, durante um período do ano de 2013, a secretaria de Saúde usou o contrato pregão presencial Nº 005/2012, da gestão do ex-prefeito Newton Lima.

O Blog Agravo fez um levantamento, incluindo os meses de março de 2013 à maio de 2014, e constatamos que a prefeitura teve um gasto, com pagamento já efetuado, de pouco mais de R$ 216 mil. Só nos quatro primeiros meses do ano de 2014, no novo contrato, foram gastos quase R$ 70 mil em quentinhas.
Outra questão é o preço unitário do contrato, já que basta uma pesquisa rápida para que possamos encontrar quentinhas de boa qualidade pelo preço unitário de R$ 10,00.

Para uma secretaria que vem sendo cobrada por falta de remédios e com postos de saúde fechados, o gasto com quentinhas coloca em dúvida se existem mesmo tantas bocas para alimentar.

Com a palavra a secretaria de Saúde e o prefeito Jabes Ribeiro.
BLOG AGRAVO